terça-feira, 16 de março de 2010

REFORMA INTIMA



Entendemos como Reforma Íntima o abandono de comportamentos que não nos servem mais, o crescimento como pessoa, o entendimento de que estamos em um corpo físico com propósitos pré-definidos (missões de nossa alma), o domínio sobre o Ego e a busca da nossa evolução espiritual.

Tal qual uma casa em reformas, necessitamos avaliar o que podemos desprezar, o que devemos conservar e o que precisamos reformar (aprimorar).
Tendo o entendimento claro da personalidade congênita (personalidade da alma imortal), necessitamos nos conhecer, como realmente somos, para podermos nos analisar de forma crítica e modificarmos velhos comportamentos, velhos sentimentos, velhos hábitos e velhos pensamentos. Neste momento, em que temos uma visão clara e ampla do nosso Eu verdadeiro, sem máscaras, podemos realmente iniciar o processo de Reforma Íntima.

Dicas para eliminar as interferências energéticas nocivas

-Limpe-se diariamente de todo sentimento emoção ou pensamento negativo em relação a você mesmo ou aos outros. Este é um exercício diário de libertação e requer disciplina;

-Ore para o Arcanjo Miguel diariamente. Solicite que sejam cortadas todos as interferências que te impedem de ser feliz. Vá mentalizando cada setor de sua vida, cada aspecto e deseje que ele corte as amarras presentes. Mentalize cada situação e solicite que as interferências sejam eliminadas. O processo acontecerá naturalmente. É importante lembrar no momento da mentalização que as interferências sejam transformadas e transmutadas em bênçãos;

-Invocações e apelos diários: Invoque os mestres de luz, a presença do Eu Sou, a chama violeta e todas as formas que você conhecer. Lembre sempre de solicitar que essas invocações sejam focadas para eliminar as interferências negativas que lhe atrapalham consciente ou inconscientemente. Nunca se esqueça que você tem a intensa força do livre arbítrio, ou seja você tem o poder de querer se libertar de tudo que é nocivo. Usar a expressão Pela força do meu livre arbítrio, invoco a presença dos seres de luz pedindo que atuem na minha essência, limpando e transmutando toda interferência energética nociva, consciente ou inconscientemente, obrigado;

-Pratique diariamente o exercício do perdão: Eu, fulano de tal, em nome da divindade que há em mim, invoco a presença da luz celestial para testemunhar que nesse instante eu perdôo e peço perdão a todas as formas de vida as quais tive conflitos, inconsciente ou conscientemente, obrigado;

-Busque constantemente a sua reforma íntima;

-Use quantas formas ou técnicas você conhecer, havendo a boa intenção, bons resultados surgirão. Acima de tudo, tenha persistência e disciplina para fazer todos os dias, sempre, sempre mesmo.


Mergulho na arrogância

Todos, sem exceções, temos pavor das pessoas que são arrogantes. Que acham que sempre tem a razão, ou que sempre tem na ponta da sua língua a melhor opção ou saída para qualquer eventualidade.

Alguém discorda que lidar com uma pessoa dessas é, no mínimo, delicado?

Acredito que não...

Pois bem, como será que surgem os arrogantes de plantão. Como essa personalidade é aflorada? Notoriamente sabemos que características da nossa personalidade não são construídas na nossa infância. E sim, elas são afloradas pelo contexto familiar, social ao qual nos inserimos, nascemos.

Pois bem. Como seria o ambiente ideal para aflorá-la? Que ingredientes seriam necessários para formar o ?delicioso bolo? da arrogância?

Será que o modo de preparo e o ?tempo de forno? é consciente? Será que a pessoa tem a noção que ela está caindo nas teias desta emoção tão inebriante? Tão fascinante que lhe deixa cega perante acontecimentos.

Presos a armadilha que lhes colocam diante de situações boas até se tornarem excelentes, seduzem-se pelo status e poder. Acrescente a tudo isso pessoas que permitam a tomada de decisões por elas, pseudo humildes, com baixa estima, que acham que ela está sempre errada, passivos, acomodados e tolerantes. Receita perfeita para a construção de uma verdadeira areia movediça.

E olhe, cada um com seus aprendizados... Com seus gatilhos...

Entretanto, diante destas situações, a pessoa sem perceber e ela vai se inebriando com o doce perfume da ilusão de que aquilo é verdade, é real.

De que as suas verdades são universais. Que as suas soluções são as melhores. De que as suas idéias são verdadeiras genialidades do além.

Cuidado!

Sem perceber você está afundando. Com a máscara da vaidade sobreposta você nem vê o que de fato está acontecendo.

Acorde!

Estão lhe dando corda para você mesmo se enforcar!!! Em outras palavras, perder-se em tudo o que a expressão ?se achar? nos traz, como:
- invadir, intrometer-se na vida do seu irmão que não pediu;
- dar conselhos sobre situações não pedidas;
- achar que sabe mais e por isso ignorar quem está ao seu lado;
- achar-se no direito de julgar abertamente sem discernimento algum;
- passar por cima, pois como vive na ilusão, não está percebendo o que está fazendo, muito menos notando que já esta agindo onde os fins justificam os meios;
- ser inconveniente com aquele que lhe serve nesta vida;
- entre tantos outros...

Que fim?

Você acredita que manter-se arrogante, o Sr. da verdade e da razão não desgaste uma p... energia?

Engana-se amigo.

O triste é ver que preciosa energia vital é desviada, dispersada do seu propósito: a sua evolução espiritual.

E ainda se viram contra nós, Plano Espiritual, quando precisamos intervir???

Pare! Preste atenção!

Quando um golpe único e certeiro lhe colocar no chão, não pense que o mundo se virou contra você!

Humildade irmão...

Você se virou contra a sua origem divina. Simples e puramente isso. Então chega! Basta! Cair, levantar, cair, levantar... Até quando?

Fica a pergunta: O que é preciso para chamar realmente a sua atenção para o seu verdadeiro propósito aqui?

- Uma doença séria?
- Não a perda do emprego, mas sim o rebaixamento do seu cargo?
- Ter que diminuir seu padrão de vida?
- Enfiar-se em dívidas mundanas estúpidas e completamente fúteis a sua missão da sua alma?
- O que mais? O que mais?

Qual seria hoje a sua maior ?desgraça?? Pois é... Pense nisso.

A resposta que a sua alma imortal (desesperada por mais uma chance estar sendo desperdiçada aqui nesta vida) busca é evidente e clara. Ela clama pela benevolência, a compaixão do Plano Astral Superior diante da sua ignorância. Suplica para que lhe guiem rumo a sua evolução espiritual... Como um farol em dia de neblina... Uma ovelha perdida do seu rebanho...
A resposta? SEU PEDIDO É UMA ORDEM!

E que venha a reforma íntima. Da maneira, com as ferramentas que forem...
Pois só assim né, amigo...
Só assim...

Cheiros e lembranças : caminho para dentro

Vou cozinhar feijão! Isso mesmo, você leu certo: vou cozinhar feijão. Está chovendo e eu senti saudade da minha infância, da minha mãe nos afazeres domésticos, do fogão fumegando e aquele calorzinho dando um ar de aconchego e o cheiro de feijão. Ah! O cheiro do feijão cozinhando e contemplando nossa casa e a vizinhança toda com o seu odor especial. O cheiro de feijão cozinhando deixa no ar uma sensação de segurança, de casa, de ?está tudo bem?.

Também há outros cheiros de minha infância que me trazem muitas recordações primorosas. Gosto de recordar dos domingos à tarde. Eles sempre tinham cheiro de bolo de baunilha (pode ser de caixinha) e, se víamos televisão na casa de uma amiga de minha mãe, também agregava cheiro de pudim de leite (leite mesmo!) e gelatina de framboesa. E dê-lhe assistir Silvio Santos ou Daktari (eu sempre me comovia com as histórias dos leõezinhos e suas famílias).

De novo falei em família, notaram?
Então vamos ao ponto! Poderia escrever sobre as crianças, a juventude, os adultos, as pessoas jovens há mais tempo (mas que nós insistimos em chamar de idosos), mas vou falar de mim.

Fui crescendo e sentindo a necessidade de uma família como apoio, como suporte, mas, ao mesmo tempo, eles não podiam me sufocar. Aí, em algum momento, passaram a ser ?os outros?, os que me oprimem, me castram, blá, blá, blá, me envergonham. Sim, eles me envergonhavam porque já não podiam manifestar-se da forma que eu gostaria que o fizessem, ou seja, que me orgulhassem.

Veja bem, disse que queria me orgulhar ?deles? com o orgulho que carrego dentro de mim.

E aí eu posso dizer que não sei por que estou aqui?

Gosto muito de atender as pessoas, porque me vejo nelas em 99% dos casos e, nos 1%, também.

Nesta semana, atendi uma pessoa que dizia que sua maior tristeza era a ?injustiça humana?. Disse isso se colocando acima da humanidade, imaginando-se superior a todos. Disse ainda que sua família estava atrasando sua evolução espiritual e mais, ainda, ?sua evolução no planeta?. Confesso a vocês que ainda estou devendo esta última parte; minha vã filosofia ainda não alcançou a profundidade desta manifestação.

E, continuando, portanto, ela não queria fazer uma releitura de sua vida com base na reencarnação, porque o melhor seria deixar isso para lá, uma vez que eles não estavam cooperando mesmo!

Tentei fazê-la ver que sua família era a grande aliada que lhe tinha sido dada para que ela empreendesse essa caminhada terrena com sucesso. Falei-lhe da responsabilidade que tem pelas coisas, imperfeições, etc. que carrega dentro de si e que é essa mesma família que irá propiciar-lhe o encontro com suas necessidades de evolução e purificação.

Em certo momento, ela me olhou como se olha para ?algo sem nome?, ?algo nunca visto antes? e me disse: se você acha isso, tudo bem, mas eu não quero mais olhar para trás.
E eu lhe disse: ?a gente pensa que está olhando para trás, mas é esse o mesmo olhar que vai te levar para dentro?.

É aí que queremos entrar, dentro de você, para descobrir o que você carrega que é tão pesado, tão doloroso, tão sofrido! Porque suas dores estão virando sofrimento? Como você tem lidado com as lições que a vida tem-lhe enviado?

E aí, um balde de vaidade e orgulho me foi despejado em meu colo! Com o conteúdo exatamente igual ao do meu balde! Ao balde que venho tentando transmutar seu conteúdo! Mas que dificuldade, aqui e ali, estão as armadilhas; lá e acolá, estão as iscas disfarçadas de oportunidades imperdíveis! E vamos nos debatendo até compreender que a simplicidade, o amor ao próximo e que todo conflito decorre de falta de Luz em nossa vida, em nosso pensar, em nosso agir.

A dor ainda é o nosso melhor mestre. E, se compreender a lição que essa dor traz, ela não terá sido em vão, porque toda dor desperdiçada vira sofrimento. Então, aprenda logo que a dor vier para que ela não se torne em vão e acabe em sofrimento, árduo fardo a ser carregado pela eternidade afora.

Mas, a família...Ah! A família abençoada seja; abençoadas sejam todas as famílias; da terra, espiritual, universal, cósmica, seja lá o nome que lhe dermos, a família é a única que vai nos mostrar com honestidade o que ainda precisamos conhecer dentro de nós.

Ah! E o feijão? Já está aromatizando minha casa e me trazendo minha família de volta ao meu coração!
Comunicar-se claramente - sempre é o melhor caminho

Comunicar-se claramente, sempre é o melhor caminho, é o título desta pequena reflexão ... Alguns podem pensar: não é simples assim! Mas posso afirmar que é possível ! Basta utilizar da sua percepção e da empatia , com uma pitada de sabedoria e coragem !

Diz Sócrates: "Fala para que eu te veja". Como conhecer-te, como perceber-te se não expressas teus pensamentos ?

A comunicação, entre os seres humanos, embora seja uma ação aparentemente óbvia e de fácil encaminhamento, ainda suscita tanta discussão e pausa para análise! Tantas vezes, ainda, nos damos conta que em alguns processos operacionais, dentro das organizações, ocorrem falhas justamente por falta de comunicação ou clareza no ato de comunicar-se.

Saber se comunicar é fator fundamental numa sociedade que está submersa na informação, e é considerada habilidade necessária para conduzir as relações interpessoais. Entramos na "Era das Relações", o que nos impulsiona para o uso adequado das palavras, gestos, enfim, toda a comunicação feita pelo nosso corpo! Sim, o corpo fala! E como fala! Um olhar, uma expressão facial muitas vezes expressam muito mais que palavras ditas ao vento!

É interessante observar as pessoas que detém a desenvoltura ou clareza de comunicação. Estas pessoas encantam, persuadem, emocionam, vendem, brilham nos mais diversos cenários sociais ou profissionais! Sim, elas mantém RELACIONAMENTOS através da sua facilidade de comunicação. (muitas delas, se jogaram no desafio de desenvolver sua comunicação. Para tanto, foi necessário permitir-se errar e acertar.)

Do mesmo modo, ficamos surpresos com pessoas com grande bagagem profissional ou conhecimento que não conseguem se expressar, comprometendo resultados de um determinado trabalho.

Bem, estamos inseridos no mercado de trabalho que exige, atualmente, não só o conhecimento técnico, mas a habilidade de se expor (comunicar), de inserção grupal, versatilidade, criatividade, capacidade de resolução de conflitos. Enfim, ATITUDE !

Saber comunicar uma idéia ou pensamento e preocupar-se se o ouvinte entendeu claramente esta idéia ou pensamento (pedindo o feedback), numa postura humilde, talvez seja o primeiro passo para assegurar o sucesso de um simples processo e o melhor resultado para o mesmo. Assim, evitamos as perdas de tempo, dinheiro e retrabalhos!

Lembremos sempre que não ocorre comunicação se não há abertura de canais e sintonia entre as partes, já que comunicação é também relação!

Para se sentir bem em qualquer lugar

Algumas pessoas reclamam que ninguém as olha quando entram em determinado lugar, ou que são mal atendidas no banco, na loja, no supermercado. O que tais pessoas não se dão conta, entretanto, é que o comportamento do outro é apenas o reflexo do seu próprio comportamento.

Sempre que possível, além do nosso comportamento positivo, o nosso coração também tem que estar repleto do que é bom: temos que estar constantemente emanando valores positivos como o AMOR, compreensão, amizade, justiça, caridade, e tantos outros valores esquecidos. Estar neste estado positivo é praticamente estar em constante estado de oração! Extermine os medos, as tensões, os problemas, as preocupações, e toda a negatividade do peito, procurando estar o máximo de tempo possível conectado com o que há de mais positivo. Quando passamos a nos relacionar de peito aberto com o próximo, nos sentimos bem em qualquer lugar.


No início, se a pessoa não tem facilidade para sorrir e para transmitir amor, sugiro que faça um esforço, e sorria mesmo assim para o seu interlocutor. Comece sorrindo para si mesmo, diante do espelho. No início, você se sente meio bobo (é normal), mas procure olhar o seu reflexo, como se fosse outra pessoa lhe devolvendo o sorriso. Você verá que seu sorriso começa a ficar natural. Outra coisa que você pode experimentar: ache uma foto (de revista, ou na internet mesmo), de um atleta que tenha acabado de ganhar uma prova (não importa qual seja, desde que ele esteja sorrindo, e com aquela cara de vencedor). Agora, imite esta foto: posicione-se como ele está, imite a sua expressão. Tente imaginar o que ele está pensando, grite de felicidade, se for o caso. Você perceberá que automaticamente, passa a se sentir como aquele atleta, apenas imitando sua expressão. É incrível, mesmo!


E agora, já preparado, vá para a prova prática, usando como cobaia a próxima pessoa com quem você for se relacionar. Já chegue sorrindo (lembre-se da foto que você imitou). Como resultado deste sorriso, provavelmente, você terá um sorriso de volta, multiplicando a incidência de sorrisos na face da Terra, o que já é maravilhoso!


E com o sorriso que recebeu, seu interlocutor vai se sentir melhor, e seu coração aos poucos vai se encher de amor, de felicidade, de paz. É um exercício simples e de retorno imediato, que está ao alcance de qualquer pessoa.


Experimente hoje mesmo: entre naquele banco, onde você até já tem receio de entrar, porque as pessoas estão carrancudas. O que você tem que entender é que o ambiente psíquico de um banco já é um ambiente bastante nocivo: dívidas, responsabilidades, contas sendo pagas atrasadas, etc. Tudo isso contamina a atmosfera invisível do banco, e torna as pessoas mais preocupadas e sisudas, naturalmente. O que você vai fazer com o seu sorriso, é quebrar esta aura negativa, introduzindo nela um pouco do brilho do sol com o seu sorriso.


Quem receber o seu sorriso, vai lhe olhar de outra forma:
vai perceber que você está fora deste contexto negativo, e tenha certeza, tudo o que o atendente quer, é também estar fora deste ambiente nocivo, nem que seja por um instante. Caso o atendente não lhe retribua o sorriso, mesmo assim, não desanime, pois embora você não sinta, seu coração ficou mais próximo do coração dele, e juntos compartilharam um instante de carinho. Isto basta para que ele se recarregue, e você também saia de lá com pontinhos no céu e aqui também, pois da próxima vez que você for ao banco, provavelmente você já será melhor recebido. Eu disse pontinhos no céu, porque pelo fato de estar se doando ao atendente do banco (que pode ser o atendente da loja, o caixa do supermercado, o frentista, o porteiro do seu condomínio, o gari da rua, etc.) você está dando ATENÇÃO a estas pessoas, que normalmente são apenas ¨usadas¨ por nós, como se elas pertencessem às funções que ocupam (é por isso que muitas vezes, quando estamos na rua, não reconhecemos tais pessoas quando estão sem os seus uniformes de trabalho).


É tudo tão simples e consta em quase todos os livros sagrados: faça ao próximo somente o que gostaria que fosse feito a você.


Então, no mínimo, SORRIA. E se dispuser de tempo, converse, troque idéias, demonstre interesse pelo próximo. Você verá que o seu coração ficará cada dia mais leve, cada dia mais amoroso. E, para recarregá-lo, você só terá que fazer uma coisa: se conectar com Deus (o seu Deus), e elevar seu pensamento, agradecendo por todas as coisas boas que já existem em sua vida. Isto basta para mudar positivamente a sua vida e a vida de todos os que se relacionam com você.

MARA ANGELINNA

TERAPEUTA DO CORPO E DA MENTE!!!

3 comentários:

Lilia disse...

LINDA ALMA!!!
LINDO ADOREI O TEU BLOG...
PARABÉNS QUE SEU CAMINHAR E TEU SUCESSO SEJA REPLETO DE AMOR EM LUZ...
COM CARINHO
LILIA POLYCARPYO

TERAPIA DO SUCESSO!!! disse...

Obrigada minha Linda que bom que gostaste,faço com muito carinho e dedicação.Muito mais SUCESSO a vc!!Bjs Iluminados!!!

Iara Silvia disse...

Gostaria de saber se voce sabe de grupos de estudos em Porto Alegre sobre física quântica. Agradeço imensamente.
Iara Silvia